5 de dezembro de 2018

4 anos do CervejáRio

Se você não tem ideia do que fazer nesse sábado, dia 8 de dezembro, o Confesso que Bebi vai te indicar o evento que você não poderá perder: o 4º aniversário da birosca mais bacana da Tijuca! Isso mesmo, o CervejáRio, dos amigos Adilson e Alexandra, somando todos os dois endereços, completa quatro anos e vai ter uma festa a partir das 17 horas com...7 horas de OPEN BAR!
Fonte: divulgação CervejáRio

15 de novembro de 2018

3 anos de CCZS e despedida do MCDM

No último domingo, dia 11 de novembro, talvez tenha um dia onde os amantes de boa cerveja do Rio de Janeiro sentiram mix de emoções inexplicável, começado pelo baque de ter sido o último dia que o Melhores Cervejas do Mundo abriu suas portas. E justamente no lugar onde nasceu a Confraria de Cervejeiros da Zona Sul - CCZS - que foi comemorado seu aniversário de 3 anos, em uma festa de arromba, com 700 litros de cerveja, entre criações dos confrades e 8 cervejarias convidadas. Então vamos confessar sobre a festa!

19 de outubro de 2018

Como foi a Inauguração do CervejáRio

Na última quarta, dia 17, rolou a inauguração do CervejáRio na Tijuca, dentro da área do Food Park Carioca (Rua Mariz e Barros 1037 - dentro do estacionamento do Extra). Bem, para falar a verdade, foi uma reinauguração, pois esse bar nasceu no Engenho de Dentro e já estava fechado há 2 anos.

19 de setembro de 2018

Mondial de la Bière 2018

Amigos confessos,

A cada ano desde 2013 o Mondial de la Bière para mim é um evento único. Daqueles que remetem à lembranças antigas de infância como passeios escolares ou idas ao saudoso Tivoli Park. Parece que foi ontem que, após alguns problemas de mudança de local, ele foi parar no escaldante Terreirão do Samba na eterna Praça XI, conhecida como o berço do samba carioca e, também, por boas cervejas!

Naquela época era um curioso iniciante por esse mundo incrível das cervejas artesanais e pouco sabia (até hoje, inclusive) sobre a diversidade de estilos, receitas e propostas de uma nova cultura, de uma forma mais interessante nesse prazer que é beber menos e melhor. De lá para cá é fato que as percepções olfativas e degustativas mudaram bastante, junto com a curiosidade sobre o universo de produção e comércio da bebida.